Fechar
Amazonas, Maués

Sateré Mawé – os inventores do guaraná

12 de setembro de 2017

O povo Sateré Mawé foram os primeiros moradores da região e dão nome à cidade de Maués. Foram eles que descobriram o guaraná  e inciaram seu cultivo e utilização.

Durante nossa passagem por Maués tivemos a oportunidade de visitar a Comunidade Vila Nova Marau, localizada na área indígena Sateré Mawé.

Comunidade Vila Nova Marau

Comunidade Vila Nova Marau

A comunidade fica distante duas horas de barco de Maués. Saímos de Maués por volta das 8h da manhã e chegamos na comunidade umas 10h.

Comunidade Vila Nova Marau

Fomos acompanhados da equipe da Prefeitura de Maués que realizou uma série de ações sociais e de resgate da cidadania para mais de 600 famílias da etnia Sateré Mawé.

Escola Municipal Indígena

Escola Municipal Indígena

Povo Sateré Mawé

Povo Sateré Mawé

Tribo indígena Sateré Mawé

O feriado da independência foi marcado pela presença de diversos profissionais da que prestaram serviços para a comunidade, como emissão de certidões de nascimento e carteiras de identidade, corte de cabelo, palestras socioeducativas, assistência social e atividades de lazer e recreação para crianças.

Crianças da tribo Sateré Mawé

Crianças da tribo Sateré Mawé

Foi bem interessante poder conhecer um pouco da cultura e do modo de vida deles.

As casinhas feitas de palha.

O Xick-xick Point é o famoso barzinho da comunidade.

O interessante é que eles preservam sua língua nativa, o sateré-mawé, vimos muita gente falando essa língua, apesar de alguns falarem português também.

O prefeito de Maués, Junior Leite esteve presente na Comunidade e foi recebido com o tradicional ritual do Çapó, uma cerimônia de boas-vindas na qual é servido o guaraná misturado com água numa cuia grande e todos bebem um pouco.

Na ocasião foram discutidas algumas ações de fortalecimento dos vínculos com os indígenas, como a construção de escolas e quadras esportivas e incentivo à produção de artesanatos.

O prefeito visita a tribo duas vezes por ano, no dia do índo e no dia da independência do Brasil.

Ao final do encontro assistimos ao Ritual da Tucandeira, uma tradicional dança da tribo Sateré Mawé que marca a passagem dos homens para a vida adulta.

O ritual é uma forma de iniciação masculina, na qual o índio Sateré Mawé deve provar sua força, coragem e resistência à dor, colocando a mão numa luva de palha cheia de tucandeiras (formigas grandes), deixando-as o ferrarem no mínimo 20 vezes. As tucandeiras são famosas por suas ferradas muito doloridas.

Tribo indígena Sateré Mawé

Eu me apaixonei pelas crianças da comunidade, elas tinham os traços indígenas bem fortes e eram lindas.

Eu achei o lugar bem bonito, as casinhas de palha, os barcos no fundo e o verde deram um contraste bem legal. Aproveitei para fazer umas fotos nesse cenário lindo

Fomos à Maués à convite da Prefeitura de Maués para o Festival de Verão.

1 Comentário
Escreva seu comentário
Comente via facebook
1 Comentário
  1. […] Você sabia que Maués é a Terra do Guaraná? Se você nunca tinha ouvido falar nesse lugar, veja nesse post algumas dicas de Maués – A Terra do Guaraná. […]

Instagram
@seguindo_viagem
css.php