Fechar
Chapada das Mesas, Maranhão

Dicas da Chapada das Mesas

11 de dezembro de 2018

Procurando dicas da Chapada das Mesas? Então vem comigo que vou te contar as principais dicas que você precisa saber para conhecer esse paraíso.dicas-da-chapada-das-mesas

A Chapada das Mesas é um Parque Nacional localizado no sul do Maranhão, bem na divisa com Tocantins, com paisagens belíssimas e muitos atrativos naturais como cachoeiras grandiosas, poços de águas cristalinas e um relevo muito peculiar com formatos impressionantes.

dicas-da-chapada-das-mesas

dicas-da-chapada-das-mesas

Poço Azul – Chapada das Mesas

Quando ir para a Chapada das Mesas

A melhor época para visitar a Chapada das Mesas é durante a época seca, que vai de maio a setembro.

Como chegar na Chapada das Mesas

O aeroporto mais próximo é o de Imperatriz. De Imperatriz até Carolina são 3 horas de carro. Nós optamos por alugar um carro e dirigir até Carolina para podermos explorar a região por conta própria. Também existem ônibus e vans que fazem esse trajeto. A empresa que opera esse trajeto é a JR 4000 Transportes e as vans saem a partir das 8h30 da rua onde funcionava a antiga Rodoviária de Imperatriz.

Onde se hospedar na Chapada das Mesas

A base para explorar a Chapada das Mesas é a cidade de Carolina e todos os atrativos ficam no seu entorno, sendo o mais distante na cidade de Riachão, a duas horas de Carolina.

dicas-da-chapada-das-mesas

Igreja em Carolina

Nos hospedamos na pousada Rancho das Estrelas, café da manhã delicioso, com tapioca, cuscuz, bolos e pães variados. A graça do café eram os papagaios e periquitos que ficavam soltos por ali e às vezes davam rasante na nossa cabeça.

Quantos dias ficar na Chapada das Mesas

Ideal ficar no mínimo 3 dias inteiros pra poder fazer os principais passeios. Ideal é uma viagem de 4 dias.

Passeios na Chapada das Mesas

Os passeios na Chapada das Mesas podem ser divididos principalmente em 3 grupos:

  • Complexo Pedra Caída
  • Cachoeira do Prata e São Romão
  • Poço Azul e Encanto Azul

Cada um desses passeios dura o dia inteiro e em um desses dias você pode incluir o Portal da Chapada para ver o pôr do sol.

Portal da Chapada - Maranhão

Portal da Chapada – Maranhão

A maioria dos passeios podem ser feitos por conta própria, com exceção do Passeio para Cachoeira São Romão e Prata, que precisa de guia e carro 4×4, por conta das estradas de areia e das normas do Parque.

Complexo Pedra Caída

É um complexo com várias cachoeiras, sendo as principais Cachoeira do Santuário, Pedra Furada, Cachoeira da Caverna e Capelão. O complexo é ótimo para ir com crianças, possui piscina com toboagua, piscina para crianças, restaurante com buffet à quilo.
A entrada custa 60 reais por pessoa e cada passeio é pago à parte.
As cachoeiras variam de 25 a 50 reais.

Cachoeira do Santuário

Nós chegamos 9h e pegamos o passeio para a Cachoeira do Santuário, que é uma caminhada de 600 metros acompanhada por guia. O passeio custa 30 reais.
O lugar é maravilhoso, uma caminhada por dentro de um canion e no final a imponente Cachoeira do Santuário.

Cachoeira do Santuário - Chapada das Mesas

Cachoeira do Santuário – Chapada das Mesas

Cachoeira da Pedra Furada

Uma caminhada de uns 25 minutos até uma bela cachoeira que surge de uma pedra furada. O bom desse passeio é que ele é menos procurado, chegamos lá e não tinha ninguém. O passeio custa 25 reais.

Cachoeira da Pedra Furada - Chapada das Mesas

Cachoeira da Pedra Furada – Chapada das Mesas

Cachoeira da Caverna e Capelão

Esse passeio é feito em caminhonetes e custa 50 reais. Nele você visita duas cachoeiras, primeiro o guia vai para a Cachoeira da Caverna e depois para a Capelão.

Cachoeira da Caverna - Chapada das Mesas

Cachoeira da Caverna – Chapada das Mesas

Cachoeira do Capelão - Chapada das Mesas

Cachoeira do Capelão – Chapada das Mesas

Todas as trilhas são tranquilas e feitas em caminhos de madeira. É possível ir com crianças.

Além das cachoeiras, o complexo possui um mirante com uma pirâmide. É possível subir de trilha ou de teleférico. Pra descer você tem mais uma opção, a tirolesa.

Nesse dias eu gastei 180 reais com todas as entradas e almoço.

Passeio Cachoeira do Prata e São Romão

Esse passeio é o único que você precisa contratar um guia com carro 4×4 porque a estrada é toda de terra e de difícil acesso.

A primeira parada é na Cachoeira do Prata, mais contemplativa para a maioria dos grupos. Se você for com o pessoal da Pousada Rancho das Estrelas, eles tem um diferencial de atravessar o rio e tomar banho nessa cachoeira.

Cachoeira do Prata - Chapada das Mesas

Cachoeira do Prata – Chapada das Mesas

Depois seguimos para a grandiosa Cachoeira São Romão, onde também foi servido o almoço.

Cachoeira São Romão - Chapada das Mesas

Cachoeira São Romão – Chapada das Mesas

Nós escolhemos as opções de almoço antes do passeio, galinha caipira, peixe ou carne de sol e quando chegamos lá os pratos há estavam prontos.

Logo após o almoço fomos curtir a cachoeira. Mais um diferencial aqui para quem for com a Rancho das Estrelas é que no passeio já está incluso o aluguel de kayak para remar até próximo das Cachoeiras. Para os demais é possível alugar pelo valor de 10 reais.

É possível ir andando pelas pedras e ficar por trás das quedas. O cheiro é bem forte, por causa do Cocô de andorinha, mas vale a pena. A sensação da força da água respingando é maravilhosa, uma energia incrível. Mas não recomendo pra qualquer pessoa, porque algumas pedras são bem escorregadias. Outra opção mais segura é ir até lá de kayak.

Por trás da queda da Cachoeira São Romão

Por trás da queda da Cachoeira São Romão

Poço Azul e Encanto Azul

O Poço Azul e o Encanto Azul ficam em Riachão, uma cidade a 2 horas de carro de Carolina.

Poço Azul - Riachão - Chapada das Mesas

Poço Azul – Riachão – Chapada das Mesas

Os Dois atrativos são bem próximos um do outro e normalmente são feitos no mesmo dia.  Muita gente recomenda ir primeiro para o Encanto Azul pra pegar ele com sol e depois ir para o Poço Azul e ficar o resto do dia lá  (já que ele é um complexo com várias cachoeiras e trilhas e também tem restaurante). Foi o que nós fizemos, porém o problema foi que quando chegamos lá  (por volta de 10:30h) não estava batendo sol ainda e tivemos que esperar muito pro sol começar a iluminar a água é deixá-la bem azul.

Encanto Azul - Riachão

Olha a cor da água do Encanto Azul

Isso porque dependendo da época do ano, o horário do sol no Poço Azul muda. Fomos em novembro e o sol só começou a bater no Encanto depois de 12:30h.

Se você puder, recomendo passar uma noite aqui em Riachão pra poder curtir os dois lugares com calma. Eu achei corrido fazer os dois num dia só, até porque no Poço Azul tem várias trilhas e Cachoeiras diferentes para conhecer, como a surpreendente Cachoeira Santa Bárbara.

Cachoeira Santa Bárbara - Riachão

Cachoeira Santa Bárbara – Riachão

O restaurante do Poço Azul é muito bom, gostei bastante da comida. O local conta também com várias redes e bancos espalhados para quem quiser descansar.
Dentro do complexo Poço Azul também tem pousada e eu achei uma opção interessante passar uma noite aqui e curtir melhor o lugar sem pressa de ir embora.

Outros cachoeiras interessantes caso você tenha mais tempo na Chapada das Mesas são a Cachoeira do Dodô e a Cachoeira do Itapecuru.

Cachoeira do Dodô - Chapada das Mesas

Cachoeira do Dodô – Chapada das Mesas

Para quem gosta de visitar os cantinhos menos explorados recomendo fazer os passeios com a equipe da Pousada Rancho das Estrelas. Eles fazem passeios pela Chapada das Mesas com roteiros super diferenciados, como a Cachoeira da Mansinha, que é uma verdadeira hidromassagem natural. A queda e pequena, mas muito potente e a água é muito cristalina. Um dos lugares mais relaxantes para tomar banho.

Onde comer em Carolina

Em Carolina nós jantamos no Churrasco da Hora e gostamos bastante da comida. Você escolhe a carne, pesa e eles fazem o churrasco na hora. Acima de R$20,00 você ganha todos os acompanhamentos, arroz, farofa, vinagrete, aipim e feijão tropeiro.

Recomendo também a lanchonete Açaí Mix e Shawarma, que fica no final da rua principal que vai para as balsas. O açaí é um dos melhores que já comi e vem com quantos acompanhamentos você quiser, sem precisar pagar a mais por isso. Lá eles vendem também o Shawarma, que é uma espécie de sanduíche no pão árabe (tipo um wrap) muito saboroso.

O point de Carolina é o restaurante flutuante Chega Mais, na beira do rio Tocantins. Aproveite para ir lá no fim de tarde e apreciar o belo pôr-do-sol da orla.


Gostaram das dicas da Chapada das Mesas? Qual foi seu atrativo preferido? Não deixem de conhecer esse paraíso brasileiro.

 

 

Reserve sua viagem conosco

Se você gostou do nosso conteúdo, ajude a manter o blog planejando sua viagem através dos nossos links. Ao utilizar nossos links durante a reserva do seu hotel, compra do seguro viagem e demais serviços você gera uma pequena comissão para o blog. Você não paga nada a mais por isso e ainda nos motiva a continuar compartilhando nossas dicas aqui. Todos os serviços citados aqui são os que nós usamos em nossas viagens e são de nossa confiança.
Fique por dentro das promoções de passagens
Reserve seu hotel no Booking
Ganhe R$130,00 de desconto no Airbnb
Ganhe 5% de desconto no Seguro Viagem
Adquira seu chip de internet 4G
Alugue seu carro com desconto
Compre seu ingresso antecipadamente

Baixe Grátis o e-book Como Viajar Gastando Pouco

Livro Como Viajar Gastando Pouco

3 Comentários
Escreva seu comentário
3 Comentários
  1. […] AnteriorVoltar para homePróximo […]

  2. Filipe Morato Gomes    07/04/2019 - 18h27

    Olá Dayana,
    Muitos parabéns por este post tão detalhado. Faz tempo que ando a pensar conhecer a Chapada das Mesas e estas fotos e descrições fazem ficar ainda com mais vontade.
    Grande abraço e boas viagens.

    • Dayana    08/04/2019 - 23h51

      Oi Filipe, que bom que gostou. Espero que te ajude a planejar sua viagem pra lá! Bjs

Instagram
@seguindo_viagem
css.php