Fechar
Boa Vista, Roraima

O que fazer em Boa Vista – Roraima

09 de março de 2017

Bem planejada, limpa e organizada, a capital de Roraima oferece muito mais do que apenas uma ponte para o Monte Roraima. Descubra o que fazer em Boa Vista lendo esse post.

Boa Vista é a única cidade do Brasil localizada no Hemisfério Norte, acima da linha do Equador e  possui grande importância geográfica por ser o estado mais setentrional do Brasil, por  onde o país literalmente começa, fazendo fronteira com a Venezuela e Guiana. É também o estado com a maior população indígena.

A cidade tem o formato de um leque, com as ruas principais apontando para o Centro Cívico, coração da capital. Seu traçado radial é uma alusão à Paris, na França e mostra que foi uma cidade bem planejada.

Os principais pontos turísticos ficam próximos um dos outros e na região central, sendo possível fazer tudo à pé, mas às vezes o calor pode deixar essa caminhada cansativa, sendo necessário optar por algum transporte.

O transporte público é precário, há poucos ônibus regulares e o transporte alternativo muito usado pelos moradores é a lotação, uma espécie de táxi que vai pegando os passageiros no caminho. O preço da passagem é 4 reais e eles seguem uma rota definida, mas dá pra negociar uma localidade fora da rota, como eles chamam, pagando mais uma passagem. A lotação não funciona domingos e feriados. Nós usamos algumas vezes sem problemas.

Onde ficar em Boa Vista

A melhor localização é nas proximidades do Parque das Águas, que possui movimento à noite, vários restaurantes, lanchonetes, etc. O Hotel Uiramutam Palace fica bem em frente à Praça das Águas. Outra opção é o Hotel Euzebio´s.

Como chegar em Boa Vista

Há muitos voos para Boa Vista, a grande maioria fazendo escala em Manaus.O aeroporto fica próximo ao Centro Cívico e a corrida de táxi custa R$30,00 até o centro.

Como eu estou morando em Manaus eu fui de ônibus da empresa Eucatur. A viagem dura cerca de 10 horas, mas foi tranquila, pois viajei à noite e consegui dormir a noite toda.

Melhor época

A melhor época para aproveitar as praias que se formam no Rio Branco é durante a seca, que vai de outubro a março, mas Boa Vista pode ser visitada o ano todo sem problemas.

Quantos dias

Se você for ficar só em Boa Vista um fim de semana é suficiente, mas considere ficar mais uns dias se quiser ir até Santa Helena, na Venezuela e Lethem, na Guiana. Não esqueça de levar o certificado internacional de vacinação contra febre amarela e identidade ou passaporte. Nos arredores de Boa Vista também há muitas atrações naturais, como Serra do Tepequém, Serra Grande, Uiramutã e o famoso Monte Roraima.

Principais Atrações de Boa Vista

1- Centro Cívico

O melhor lugar para começar a explorar Boa Vista é pelo Centro Cívico, o coração da cidade e para onde convergem as principais ruas da cidade. Os principais edifícios administrativos estão aqui, entre eles a sede do Governo Estadual, o Palácio Senador Hélio Campos, o  Palácio da Cultura, o prédio da Assembléia Legislativa do Estado e a Catedral Cristo Redentor.

o-que-fazer-em-boa-vista

o-que-fazer-em-boa-vista

O principal atrativo do Centro Cívico é o Monumento dos Garimpeiros, em homenagem aos trabalhadores do garimpo.

monumento-dos-garimpeiros-boa-vista

2- Centro Histórico

Seguindo pela Rua Jayme Brasil chega-se ao Centro Histórico, a Rua Jayme Brasil é uma rua comercial, cheia de lojas e alguns prédios históricos, mas que se não estiver atento passará despercebido. Eu mesma só fui notar alguns pontos na terceira vez que andei por essa rua.

centro-boa-vista-roraima

Algumas das construções históricas na Av Jaime Brasil são a Casa da Cultura e a Casa das Doze Portas. A Casa da Cultura estava muito mal preservada.

casa-da-cultura-boa-vista-roraima

A Casa das Doze Portas estava totalmente diferente das fotos que vi na internet, quase não consegui achar porque estava com outra cor e atualmente é um centro de reparo de celular chamado Iforgames.

casa-das-doze-portas-boa-vista-roraima

No final da Jaime Brasil está o Sesc Orla. Lá dentro funciona um restaurante muito bonito, aproveitamos que já era perto da hora do almoço e fomos conhecer. É um restaurante à quilo com preço bom e melhor ainda para quem é sócio. Eu não era sócia, mas mesmo assim saiu barato e a comidinha era muito boa.

restaurante-sesc-orla-boa-vista-roraima

Saindo do Sesc, caminhamos para a esquerda em direção à Orla Taumanan. No caminho tem um Centro de Artesanatos, mas apenas uma loja estava funcionando.

Em frente à lojinha de artesanato está o Monumento Tamanduá Bandeira.

monumento-tamandua-bandeira-boa-vista-roraima

3- Orla Taumanan

Passear pela Orla Taumanan é uma das principais atrações de Boa Vista. A Orla toda é limpa e bem cuidada e com uma linda vista para o Rio Branco. Tem alguns restaurantes e parquinho para as crianças.

orla-taumanan-boa-vista-roraima

orla-taumanan-boa-vista-roraima

orla-taumanan-boa-vista-roraima

orla-taumanan-boa-vista-roraima

orla-taumanan-boa-vista-roraima

Bem em frente a Orla Taumanan está o Monumento aos Pioneiros, uma linda escultura que dá a impressão de sair da parede. O monumento é uma homenagem aos primeiros moradores da região. Ao lado está uma placa escrito: Homenagem da Cidade de Boa Vista aos Pioneiros que com coragem e esperança iniciaram a realização de um sonho chamado Roraima.

monumento-aos-pioneiros-boa-vista-roraima

Ao lado do Monumento aos Pioneiros está a Casa Petita Brasil, que pertenceu ao Cel Theodoro Barreto, uma das primeiras famílias a chegar no Vale do Rio Branco, quando a região aida  pertencia à Província do Grão-Pará. O prédio em estilo neoclássico fundado em 1888 foi tomabado pelo Patrimônico Histórico Municipal por representar um marco na história de Boa Vista.

casa-petita-brasil-boa-vista-roraima

Subindo a rua chega-se a esse bar chamado Meu Cantinho e quem passa despercebido nem imagina a importância histórica desse lugar. Aqui era a sede da Fazenda Boa Vista do Rio Branco, local onde nasceu a cidade de Boa Vista.

fazenda-boa-vista-roraima

Um pouco mais adiante chegamos na Igreja de Nossa Senhora do Carmo do Rio Branco, uma construção muito bonita e bem cuidada.

Igreja-de-Nossa-Senhora-do-Carmo-do-Rio-Branco-boa-vista-roraima

4- Parque das Águas

A Praça das águas é um dos principais pontos turísticos de Boa Vista, uma praça bem ampla e agradável para uma caminhada.

No meio da praça foi construído um monumento chamado de Portal do Milênio, para celebrar a virada do segundo milênio. É bem bonito e moderno.

portal-do-milênio-boa-vista-roraima

As fontes de água chamam a atenção e ficam bem bonitas à noite, todas iluminadas dançando ao som da música.

Praça-das-Águas-Boa-Vista-Roraima

A praça é um ótimo lugar para comer, com várias lanchonetes e restaurantes, tomamos uma sopa muito gostosa lá.

A Praça das Águas é ótima para levar as crianças, tem vários brinquedos, pula-pula e uma pista de carrinhos muito legal. A Maria Eduarda amou e andou umas 5 vezes.

Na praça está também o Centro de Artesanato, Cultura e Geração de Renda Velia Coutinho.

5- Parque Anauá

Seguindo a extensão da Praça das Águas até o final chega-se ao Parque Anauá, é uma caminhada agradável passando pelo Complexo Ayrton Sena. O Parque Anauá é uma grande área de lazer com boa  infra-estrutura para praticar esportes, com quadras, pista de skate, etc.

Parque-Anauá-Boa-Vista-Roraima

Parque-Anauá-Boa-Vista-Roraima

No meio do parque tem um lindo lago rodeado por coqueiros.

Parque-Anauá-Boa-Vista-Roraima

Parque-Anauá-Boa-Vista-Roraima

Parque-Anauá-Boa-Vista-Roraima

6- Praia Grande

A Praia Grande é uma praia que se forma na outra margem do Rio Branco durante o perído de seca da região, entre outubro a março. É um passeio imperdível e bem tranquilo de fazer, basta atravessar o Rio Branco de barco e curtir a praia.

Praia-Grande-Boa-Vista-Roraima

Recomendo fazer a travessia no Porto do Babazinho, um lugar com uma infra-estrutura muito boa, restaurante, aluguel de barraca, cadeirasm, isopor com gelo e venda de bebidas, petiscos.

Porto-do-Babazinho-Boa-Vista-Roraima

Lá também tem aluguel de caiaque, Stand Up Paddle e até equipamentos de kitesurf. O aluguel do caiaque custa R$ 10,00 a hora e do SUP R$ 30,00 a hora.

A travessia é feita de balsa ou embarcações menores e custa 6 reais ida e volta.

Porto-do-Babazinho-Boa-Vista-Roraima

A praia é linda cercada de vegetação e possui uma extensa faixa de areia.

Praia-Grande-Boa-Vista-Roraima

Nós aproveitamos para fazer SUP, o vento estava um pouco forte, mas deu pra aproveitar.

Praia-Grande-Boa-Vista-Roraima

Sup-na-Praia-Grande-Boa-Vista-Roraima

 

Onde comer

Alguns restaurantes recomendados:

Tulipa – Muito bom, buffet variado à quilo, comida japonesa, churrasco.

Sesc Orla – Comida à quilo. Bom e barato.

Mister Quilo

Peixada Tropical

Outras atrações nos arredores de Boa Vista

O estado de Roraima é rico em belezas naturais e com muitos atrativos para o ecoturismo. O melhor é estar de carro para explorar os lugares mais afastados. Alguns dos lugares próximos a Boa Vista são:

Aquamak – Parque aquático a 35 km de Boa Vista.

Lago do Robertinho – Balneário natural, conta com aluguel de pranchas de Stand Up Paddle (SUP).

Praia da Água Boa: Balneáreo a 15 km da cidade. Acesso por barco ou pela BR 174.

Marco da Linha do Equador – Monumento que marca a linha imaginária do Equador.

Monte Roraima – Lugar de belezas incríveis e marco da Tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana.

Serra do Tepequém: Belas vistas dos tepuys (montanhas em formato de mesa, parecido com as chapadas) e muitas cachoeiras.

Uiramutã – Próximo da fronteira com a Venezuela e a Guiana, um lugar de muitas belezas ainda pouco explorado, com muitas cachoeiras e trilhas.

Monte Caburaí – ponto extremo norte do país.

Serra Grande – Bom para fazer trekking passando por muitos cenários lindos.

Ilha de Maracá- A Reserva Biológica localizada a 135 km de Boa Vista, no município de Amajari.

Pedra Pintada – Uma formação rochosa com pinturas rupestres em cor branca rosada.

Lethem – cidade da Guiana Inglesa que faz fronteira com o Brasil

Santa Helena de Uiarén – cidade da Venezuela que faz fronteira com o Brasil

Gran Sabana – um dos lugares mais antigos do planeta e o quarto maior Parque Ecológico do mundo, com um conjunto de Tepuys  e mais de 800 cachoeiras.

Achei Boa Vista uma gracinha, a cidade é bem pacata, calma e o stress passa longe daqui. Vou voltar outras vezes com certeza para conhecer os outros atrativos da região. Tem alguma dica sobre o que fazer em Boa Vista? Compartilhe conosco nos comentários.

3 Comentários
Escreva seu comentário
Comente via facebook
3 Comentários
  1. Ricardo Soares    10/03/2017 - 23h37

    Estava dentro do meus planos visitar a praia, mas o sol de Boa Vista engana, pois venta muito e no primeiro dia nos queimamos no lago do robertinho.

    Com certeza vou fazer mais umas 4 viagem para Roraima, pois preciso conhecer ainda o Tepequem, Uiramutã, Serra Grande, Lago Caracaranã.

    • Dayana    15/03/2017 - 11h59

      Ah que pena, mas você fez vários passeios legais. Estou me planejando para conhecer a Gran Sabana, na Venezuela.

  2. […] O que fazer em Boa Vista O que levar para o Monte Roraima Santa Elena de Uairén Contratar agência ou guia para o Monte Roraima […]

Instagram
@seguindo_viagem
css.php