Fechar
Caribe, Chichén Itzá, México, Urbano

Chichén Itzá – Uma das Sete maravilhas do Mundo

23 de março de 2014
Chichén Itzá é uma cidade arqueológica maia do período pré-colombiano. É o maior e mais importante sítio arqueológico da Península Yucatán.
A pirâmide de Kukulcan é o monumento mais conhecido deste complexo histórico-cultural considerado Patrimônio da Humanidade e uma das Sete Novas Maravilhas do mundo.
chichén-itzá
Também chamada de El Castillo, a pirâmide é palco de um verdadeiro espetáculo que acontece duas vezes por ano, no qual sombras reproduzem a imagem de Kukulcán, a serpente plumada. Sua construção é magnífica e impressiona a todos.
Com a chegada do equinócio (21/03 e 22/09) é possível observar na escadaria da pirâmide de Kukulcán um hipnótico jogo de luz e sombra que reproduz o corpo de uma serpente descendo sinuosamente desde o topo da pirâmide até a cabeça da serpente na base, conforme o sol vai se pondo. Essa forma de luz ondulada vai formando sete triângulos de luz invertidos, como resultado da sombra que projetam as nove plataformas durante o pôr-do-sol. A pirâmide é na verdade um calendário gigante e demonstra os profundos conhecimentos de matemática, geometria e astronomia que os maias possuíam.
Chichén Itzá
Como chegar:
Da rodoviária de Playa Del Carmem partem ônibus ADO até Chichén Itzá. A viagem dura cerca de 3 a 4 horas.
Você também pode fechar um passeio com uma agência. O passeio dura o dia inteiro e inclui transporte, visita às ruínas, visita ao Cenote Ik Kil e à pequena Valladolid. Pode ser uma boa opção para quem não quer ter trabalho. Além disso, esse foi o único passeio em que o preço cobrado não era muito diferente do valor que se gasta indo por conta própria. A desvantagem é a falta de liberdade para ficar mais tempo nos lugares.
Como eu fiz:
Fui de ônibus ADO para Chichén Itzá às 8h, cheguei lá às 12h (pegamos um trânsito básico). Logo na entrada fui pedir informações e um senhor muito prestativo ficou me explicando que ontem, dia 21 de março foi o dia do equinócio e que estava lotado, 80 mil pessoas, mas que hoje também era possível ver a sombra da serpente que se forma com o reflexo do sol. Eu nem me lembrava disso, eu já tinha lido à respeito, mas não imaginei que eu estaria ali no dia do equinócio. Fiquei super feliz de ter acertado a data sem querer.
Como a atração só começaria com o pôr-do-sol, lá pelas 16h, ele me sugeriu que eu fosse conhecer um cenote ali perto e depois voltasse. Me levou para comprar o ingresso do cenote, (70 pesos, também é vendido no próprio cenote) e me mostrou onde eu pegaria o ônibus. Muito simpático e educado. Também comprei a volta para Playa Del Carmem a partir de Valladolid, pois o ônibus sairia mais tarde e eu poderia conhecer um pouco a cidade.
Em seguida fui ao cenote IK KIL, lindo mas não estava azul como nas fotos.
Cenote Ik Kil
Pulei da plataforma, foi bem divertido, nadei bastante e depois voltei para Chichén Itzá. Entrei e fui direto para a pirâmide principal, linda, tirei algumas fotos e fiquei esperando para ver o equinócio. Muito interessante ver o formato da serpente descendo à medida que o sol vai se pondo. Um grande privilégio estar ali no dia do equinócio e assistir a esse espetáculo que só acontece duas vezes por ano, em 21 de março e 22 de setembro, sendo que em setembro é periodo de chuvas, então não é possível ver o equinócio. Oportunidade única.
 Depois peguei um ônibus comum até Valladolid e dei uma volta na praça principal e entrei numa loja de tequila que explicava o processo de fabricação da tequila, muito interessante, no final teve degustação de diferentes tipos de tequila.
Comi o melhor taco do México, foi numa barraquinha de rua e estavam deliciosos. Eram feitos de cochinilho, comi 4 e foi muito barato.
Resuminho:
  • Da rodoviária de Playa Del Carmem partem ônibus ADO até Chichén Itzá. A viagem dura cerca de 3 a 4 horas.
  • Agências oferecem esse passeio de um dia em Chichén, incluindo visita ao Cenote Ikil e à pequena Valladolid. Pode ser uma boa opção para quem não quer ter trabalho. Além disso, esse foi o único passeio em que o preço cobrado não era muito diferente do valor que se gasta indo por conta própria.
  • Inclua uma volta em Valladolid, uma charmosa cidadezinha Mexicana.
  • Aproveite para comprar miniaturas da pirâmide e outros souvenirs por apenas 10 pesos ou 1 dólar. Pechinche sempre.
  • Faz muito calor e o local quase não possui sombras, então use roupas confortáveis e frescas, leve chapéu / boné, óculos, protetor solar, água e algum lanchinho.
  • Na entrada de Chichén tem uma área com banheiros, lanchonetes, lojinhas e lockers para guardar volumes.
  • É proibido subir nas ruínas.
  • O sítio oferece tours guiados.
  • Funcionamento: de terça a domingo, das 8 às 17 horas
  • Entrada: MXN$177 + MXN$57

 

0 Comentários
Escreva seu comentário
Comente via facebook
Instagram
@seguindo_viagem
css.php