Fechar
América do Norte, Caribe, Cozumel, México, Praia

O paraíso dos mergulhadores – Cozumel

25 de março de 2014
Cozumel é uma ilha a 60 quilômetros ao sul de Cancun, considerada o paraíso dos mergulhadores, com a segunda maior barreira de corais do mundo e uma visibilidade média de 30 metros embaixo d’água. Em Cozumel, qualquer mergulho raso ou até mesmo de snorkel rende imagens surpreendentes.
A ilha possui um clima de cidade do interior, com ruas estreitas, lojinhas de rua e restaurantes típicos.

Como chegar

Estando em Playa Del Carmem, basta pegar um ferry no porto de Playa (fica do lado do Sr. Frogs, perto da pracinha onde tem a escultura escrito Riviera Maya). Duas empresas operam esse trajeto, a
Ultramar e a México Water Jets.  Não é necessário comprar com antecedência. Chegando no local, você pode optar por uma delas de acordo com o horário de saída do ferry, pois as duas trabalham com
horários intercalados. O preço é o mesmo, 158 pesos o trecho. Eu fui com a México Water Jets porque era a que sairia às 8h, o próximo ferry da Ultramar seria às 9h. Li vários relatos elogiando a Ultramar, que era bastante confortável e tinha WiFi. O WiFi da México Water Jets não funcionou e a viagem
durou cerca de 45 minutos.
Não compre a passagem de volta para não ficar preso a um horário. Até porque você não sabe quanto tempo vai querer ficar lá. Eu gostei muito de Cozumel e fiquei até o último ferry. Passeie com calma e quando se der por satisfeito e resolver voltar, compre com a empresa que tiver a próxima saída.
Logo na chegada há diversos stands de agências oferecendo passeios na ilha.
O que fazer
  •  Mergulhar em um dos melhores destinos de mergulho do mundo. Essa é uma das principais coisas a se fazer em Cozumel. A água é a mais cristalina que eu já vi na vida  e muita vida marinha.
  •  Passear pelo centrinhor até o shopping Punta Langosta, repleto de lojinhas e restaurantes bacanas, como o Sr Frogs, o Hooters e o Margarita Ville.
  • Fazer um passeio de volta à ilha, que pode ser fechado com alguma agência local. Há também a opção de aluguel de carro e scooter. Não é necessário carteira de moto, apenas experiência.
  • Submarino: Para quem não é adepto do mergulho, é uma alternativa para conhecer o fundo do mar de Cozumel. O submarino desce a 12 metros se não me engano e tem janelas individuais. Mais info em www.atlantissubmarines.travel.
  • Conhecer o Parque Chankanaab, que oferece diversas atividades como mergulho na formação de corais, nado com golfinhos, show de leões marinhos, passeio pelo jardim botânico e visita à zona Maya. É o local mais procurado pelos passageiros dos cruzeiros, pelo fato de proporcionar muitas atividades no mesmo dia e em um só local
  • Farol Celarain: Reserva natural para admirar a flora e fauna silvestre da ilha, a praia mais bonita de Cozumel, museu de navegação e snorkel
  • Visitar o sitio arqueológico San Gervasio.
  • Conhecer o Museu da Ilha, que conta com quatro salas de temáticas diferentes (geografia, arrecifes, pré-hispânico e moderno).

O que eu fiz

Chegando em Cozumel caminhei pelas muitas lojinhas de souvenir até o shopping Punta Langosta, que fica na saída dos cruzeiros. Cozumel é também uma zona franca, livres de impostos e parada comum de vários cruzeiros, chega a parar em média 4 cruzeiros por dia.
Depois entrei um restaurante que me chamou a atenção, pois fazia a propaganda de um parque aquático grátis. Fiquei curiosa e entrei. Chama-se Margarita Ville. Depois descobri que é um restaurante bem famoso. Amei o lugar, muito divertido, muita música e dançarinos animando a festa. Estava bem cheio. Pedi uns camarões e depois fiquei brincando no parque aquático, tinha um pula-pula enorme e muito difícil de subir, mas bem legal. Eles também emprestavam equipamento para fazer snorkel
gratuitamente. Aproveitei e vi bastante peixinho e partes de um avião que estava no fundo do mar. Tinha também algumas pessoas caminhando com aqueles capacetes embaixo dágua.
Passei umas boas horas no Margarita Ville e depois aluguei uma bicicleta para conhecer mais um pouco de Cozumel.
cozumel
Muito bom o clima em Cozumel, o mar é muito cristalino e o passeio de bicicleta foi lindo. Pedalei pela orla até passar em frente a um lugar que fazia Fly Board e não resisti e quis saber o preço, custa
100 dólares a aula e mais o CD com fotos e vídeos. Pechinchei um pouquinho e ele deixou por 60 dólares. Foi sensacional aprender a voar na água. No início foi bem difícil, eu caía toda hora e não conseguia ficar em pé. Depois de muito custo, muitas dicas do instrutor, eu finalmente consegui voar. É muito bom, tem que manter o equilíbrio e ficar com a perna bem paradinha, movimentos suaves. O
Fernando foi um amor, muito paciente comigo. Amei essa experiência.
No final ganhei um CD com as fotos e vídeos da minha aventura. Depois fiquei descansando ali mesmo conversando com umas meninas mexicanas e apreciando o pôr-do-sol, que foi belíssimo. Voltei porque tinha que devolver a bicicleta senão teria ficado mais tempo ali.
cozumel

Depois caminhei pela pracinha, estava tendo um show muito animado, gente dançando no meio da praça num clima super descontraído. Comi um perro caliente e churros do Chaves.

Amei meu dia em Cozumel, foi encantador. A ilha tem um clima de cidade do interior, meio country. Tinha uma música ao vivo num restaurante perto da praça que estava maravilhosa, a voz do cantor era
divina e as musiquinhas bem no estilo relax. Voltei no último ferry às 21h. Cheguei tarde em Playa, exausta e fui dormir direto.

 

5 Comentários
Escreva seu comentário
Comente via facebook
5 Comentários
  1. Eu    22/02/2015 - 18h09

    Oi, Dayana!

    É tranquilo ir para Playa del Carmen solo? comprei passagens a um ótimo preço e estou indo para lá em maio, como destino de férias.

    • Dayana    21/03/2015 - 22h12

      Oi querida, desculpe a demora em responder. É muito tranquilo Playa del Carmem sim, eu fui sozinha e amei a experiência, é muito bom viajar sozinha, você interage muito mais com o lugar, faz mais amizades e desfruta da sua própria companhia. Playa é ótimo para se virar à pé, de ônibus, é tudo perto. Dá pra fazer todos os passeios por conta própria. Recomendo que fique em hostel, porque é muito legal interagir com outros viajantes. Qualquer dúvida pode me chamar. Bjs

  2. Eu    22/02/2015 - 18h09

    Ah, o meu nome é Pat Alves

    • Dayana    21/03/2015 - 22h13

      Obrigada pelo comentário Pat, esteja sempre à vontade para perguntar o que quiser.

  3. Ariane    07/07/2016 - 16h28

    OI Dayana, tudo bem? Gostaria de saber sobre o transporte na região, estou indo pra ficar num hotel a 6 km de Akumal, na beira da Rodovia Carretera… Queria saber se é possivel ir e vir de van ou onibus do Hotel para Akumal e Playa del Carmem, gostaria de saber também sobre o valor do aluguel da bicicleta em Cozumel. Desde já agradeço a atenção e aproveito para parabenizar o seu site. Abraços

Instagram
@seguindo_viagem
css.php