Fechar
Hiroshima, Urbano

Hiroshima

11 de junho de 2016

Hiroshima é uma cidade do Sul do Japão famosa pela marcante tragédia da Bomba Atômica durante a Segunda Guerra Mundial.

Estar lá é reviver um episódio lamentável da história da humanidade. É muito marcante andar pelas ruas e imaginar o que se passou ali naquele terrível 6 de agosto de 1945.

Fomos para Hiroshima a partir de Tóquio, pegamos o trem bala com uma conexão em Himeji. A viagem toda durou umas 5 horas e foi bem tranquila. Saímos de Tóquio às 17h e chegamos em Hiroshima às 22h.

Ficamos num ótimo apartamento alugado pelo Airbnb.

Passamos 3 noites em Hiroshima. No primeiro dia passeamos por Hiroshima e no segundo dia fomos para Miyajima. No outro dia bem cedo seguimos para Kyoto fazendo uma parada em Himeji para visitar o Castelo de Himeji.

O que fazer em Hiroshima

Uma dica pra quem adquiriu o JR Pass é que com ele você tem direito a pegar o Hiroshima Sightseeing Loop Bus, um ônibus vermelho que para nos principais pontos turísticos de Hiroshima. Eles saem da frente do Hotel Granvia Hiroshima, então, chegando na estação de Hiroshima é só pegar a saída para esse Hotel Granvia. Na estação tem um ponto de informações turísticas, aproveite para pegar um mapa da cidade.

Hiroshima (29)

O ônibus é circular, ou seja, ele opera num único sentido. Então vá descendo nos pontos de interesse na ordem do ônibus, porque depois pra voltar é complicado, você vai ter que rodar tudo de novo até chegar onde quer.

Pra quem tem pouco tempo aconselho a ir direto para a parada chamada Atomic Bomb Dome, um antigo edifício da Prefeitura que manteve-se de pé após a explosão da bomba, que explodiu a apenas 150 metros do edifício a 600 metros de altura.

Hiroshima (10)

É impressionante ver como o edifício manteve sua estrutura básica ainda de pé mesmo tão próximo da explosão. Ao ver as fotos de como a cidade ficou chega a ser inacreditável que esse prédio tenha resistido. Todo o resto estava no chão.

Hiroshima (13)

A ideia de manter a estrutura da Cúpula Genbaku, como também é chamado, gerou muita polêmica na época. Alguns queriam que ela fosse demolida porque trazia lembranças dolorosas, porém outros eram a favor de sua manutenção para que esse episódio não seja esquecido e venha se repetir. Em 1996 a Cúpula da Bomba Atômica foi declarada Patrimônio Mundial da Unesco.

Hiroshima (14)

Foto que mostra como o prédio era antes da bomba

Depois siga caminhando até o Parque Memorial da Paz que fica ali do lado. Na verdade o A-Bomb Dome está inserido no Parque. Caminhando pelo Parque você verá inúmeros monumentos, homenagens, esculturas com frases marcantes como essa:

Descansem em paz nós nunca mais repetiremos o erro.

dicas de hiroshima

Hiroshima (2)

Entre eles os que mais se destacam são:

Children´s Peace Monument – Uma comovente homenagem a todas as crianças que morreram por causa da Bomba Atômica. Muitas das que sobreviveram ao ataque desenvolveram doenças anos mais tarde, como a menina Sadako Sasaki que tinha apenas dois anos na data da tragédia. Sadako sobreviveu e teve uma infância normal, mas aos 12 anos desenvolveu leucemia, a “Doença da Bomba”.

Hiroshima (3)

Hiroshima (4)A melhor amiga de Sadako, ao visitá-la no hospital, deu-lhe um origame de papel em forma de garça (Tsuru em japonês) e contou-lhe uma lenda japonesa na qual acredita-se que se alguém fizer 1.000 Tsurus seu desejo se realiza.

A menina tinha um desejo enorme de viver e se encheu de esperança produzindo centenas de Tsurus. Ela dizia: ”Eu escreverei paz em suas asas e você voará o mundo inteiro”.

Infelizmente ela não teve tempo de chegar aos 1.000 Tsurus e veio a falecer. Sadako conseguiu fazer 646 Tsurus apenas e seus amigos comovidos com a história completaram com os 354 que faltavam para que ela fosse enterrada com os 1.000.

Hiroshima (12)

No memorial tem um espaço onde ficam guardados os milhares de Tsurus enviados por pessoas de todo o mundo.

Hiroshima (5)

No memorial está escrito:  “Este é o nosso grito. Esta é a nossa oração. Paz na terra.”

No topo do pedestal: a menina segurando um Tsuru

Hiroshima (11)

DCIM100GOPROG0041446.

– Chama da Paz – Uma tocha acesa que não se apagará enquanto a última arma nuclear não for destruída.

Hiroshima (18)

Hiroshima (17)

– Sino da Paz – Um enorme sino onde as pessoas podem entrar e tocar, para que todos ouçam o pedido de paz mundial.

Hiroshima (15)

Após caminhar pelo parque vá até o imperdível Museu Memorial da Paz de Hiroshima, que conta toda a história de Hiroshima antes e depois da bomba atômica com uma riqueza de detalhes impressionante.

Hiroshima (26)

Hiroshima (19)

Maquete da ciadade de Hiroshima no momento da explosão. A bola vermelha representa o ponto onde a boma explodiu.

Hiroshima (20)

Não tem como não se emocionar com as histórias de pessoas comuns que foram trabalhar e nunca voltaram pra casa, com a dor dos pais que nunca voltaram a ver seus filhos, com o sofrimento das crianças feridas sem entender o que estava acontecendo. Tão triste ver as peças de uniformes das crianças que estavam na escola no momento da explosão, ver seus brinquedos destruídos. Saí de lá realmente impressionada com todo aquele horror. Mas é importante que isso fique vivo na memória das pessoas pra nunca voltar a acontecer. Hiroshima (21)

Hiroshima (22)

Hiroshima (23)

Hiroshima (24)

Um fotógrafo profissional tentou registar o momento, mas as imagens eram tão chocantes que ele só conseguiu fazer 5 fotos.

Hiroshima (27)

Horário de Funcionamento: 8:30 às 18h

8:30 às 17h – dezembro a fevereiro

Esses três pontos, o A-Bomb Dome, o Parque e o Museu formam um circuitinho que pode ser feito em meio período porque está tudo ali um do lado do outro. Fazendo ele você já viu o principal, mas Hiroshima tem mais a oferecer.

Se tiver um dia inteiro recomendo visitar também o Castelo de Hiroshima e o Shukkeien Garden. Dois lugares lindos e um pertinho do outro também.

Hiroshima (28)

O Castelo de Hiroshima é lindo e fica no meio de um belo jardim. Lá dentro funciona um museu que conta um pouco sobre a cultura samurai.

DCIM100GOPROG0071502.

O Shukkeien Garden é um jardim delicioso, com um belo lago e uma ponte fofa no meio. Fica a apenas 10 minutos de caminhada da Estação de Hiroshima. Sábado e Domingo acontecem as cerimônias de chá. Hiroshima (6)

Hiroshima (7)

Hiroshima (8)

Hiroshima (9)    DCIM100GOPROG0021628.

Horário de Funcionamento: 9h às 18h

9h às 17h – outubro à março

Fechado 29 a 31 de dezembro

Entrada: 260 ienes

Nota: Hiroshima normalmente é combinada com Miyajima, um lugar fofo bem pertinho dali e onde está o famoso Tori flutuante, considerado uma das três paisagens mais bonitas do Japão. Dá pra fazer as duas no mesmo dia, algumas pessoas vão pra Miyajima logo cedo e à tarde voltam e fazem esse circuitinho básico em Hiroshima, mas acho meio corrido. Além do que Miyajima tem muita coisa legal pra ver, então se puder separe um dia para cada um.

Outras atrações:

Existem vários outros museus em Hiroshima, onde o ônibus Sightseeing faz paradas como: Hiroshima Prefectural Art Museum, Hiroshima Museum of Art, Hiroshima City Museum of Contemporary Art

1 Comentário
Escreva seu comentário
Comente via facebook
1 Comentário
  1. […] partir de Hiroshima pegue a linha Sanyo e desca na estação Miyajimaguchi. Chegando lá caminhe até a estação de […]

Instagram
@seguindo_viagem
css.php