Fechar
Ecoturismo, Trindade

Travessia Laranjeiras Ponta Negra em Trindade

02 de março de 2016

A Travessia Laranjeiras Ponta Negra é ideal para quem quer ver além do básico em Trindade. São belas praias selvagens e praticamente desertas, onde se chega apenas de barco ou por trilhas de no mínimo 1 hora de caminhada.

A Travessia Laranjeiras Ponta Negra, começa no condomínio Laranjeiras, passa pelas paradisíacas Praia do Sono, Antigos, Antiguinhos, Galhetas e termina na Vila de Ponta Negra. Para os mais aventureiros, vale a pena dar uma esticada e ir até a Cachoeira do Saco Bravo.

O trecho Laranjeiras – Praia do Sono dura 1 hora e o trecho Praia do Sono – Ponta Negra mais 1 hora também. No entanto, você vai parando para curtir cada praia e a travessia pode levar o dia inteiro.

O mais aconselhável é fazer o trecho Laranjeiras – Ponta Negra no primeiro dia, aproveitando bem cada praia, chegando em Ponta Negra no fim da tarde, pernoitar em Ponta Negra e no dia seguinte seguir até a Cachoeira do Saco Bravo.

Foi o que eu fiz, no meu segundo dia em Trindade, fiz uma mochila básica com uma muda de roupa, deixei a mochila maior no hostel que eu estava hospedada e fui até Laranjeiras de ônibus.

Como Chegar

Saindo de Trindade é só pegar o ônibus que vai para Paraty e descer no Alto, depois pegar o ônibus da linha 1040 (Paraty – Laranjeiras), do outro lado da rua, e descer no ponto final. O início da trilha fica do lado direito do ponto.

Uma dica importante: 10 minutos antes do horário de ônibus sai uma van do ponto final de Trindade para deixar os passageiros no Alto em tempo de pegar o próximo ônibus para Laranjeiras. Vale a pena pegar essa van para não perder muito tempo esperando o próximo ônibus.

Quem for carro pode parar perto do início da trilha, na Vila do Oratório.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-1

A trilha começa na Vila do Oratório, uma vila ao lado do luxuoso Condomínio Laranjeiras. Essa região fica dentro da Área de Proteção Ambiental do Cairuçú. Na entrada da trilha tem uma placa indicando as distâncias de cada praia até a Cachoeira do Saco Bravo.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-2

A primeira etapa é a trilha Laranjeiras – Praia do Sono e o percurso tem duração de uma hora. Os primeiros 15 minutos são de subida íngrime, mas depois a trilha segue plana a maior parte do tempo, com algumas subidas e descidas leves.

Quem não quiser encarar uma hora de trilha até o Sono pode pegar um barco que sai do condomínio Laranjeiras. Nesse caso é só descer na portaria do condomínio, que é o penúltimo ponto do ônibus. Da portaria você segue de van por dentro do condomínio (porque não é permitido circular por ele) até o píer de onde saem os barquinhos. Essa van é gratuita. O valor do barco é na faixa de 25 reais por pessoa.

Ao final da trilha, a vista da Praia do Sono como recompensa:

travessia-laranjeiras-ponta-negra-4

Essa foto não ficou tão boa porque estava nublado quando cheguei e a água ficou escura, mas a cor dela com sol é linda.

A praia do Sono é uma praia paradisíaca, com uma extensa faixa de areia branca e água azul clarinha. A praia é cercada pela mata atlântica ainda bem preservada dividindo espaço com uma pequena vila de pescadores.

   travessia-laranjeiras-ponta-negra-5

travessia-laranjeiras-ponta-negra-25

A praia conta com algumas pousadas, áreas para camping e restaurantes que servem prato feito.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-6

O nome Sono é bem sugestivo, o lugar respira mesmo paz e tranqüilidade, dá vontade de passar horas embaixo da sombra das amendoeiras olhando o mar. travessia-laranjeiras-ponta-negra-7 travessia-laranjeiras-ponta-negra-8 travessia-laranjeiras-ponta-negra-9

No final da Praia do Sono começa a trilha para a Praia dos Antigos. Novamente uma placa indicando o início da trilha e as distâncias.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-10

O início da trilha é uma subida bem íngreme, em forma de escada e feita com o auxílio de um corrimão de madeira. À medida em que vamos subindo o visual vai ficando cada vez mais bonito. Difícil é se concentrar no caminho e não ficar toda hora olhando para trás.

O legal da Praia do Sono é que ela possui dois pontos de vista diferentes, um de cada lado da praia. O visual que se tem na chegada da trilha de Laranjeiras já é amor à primeira vista, mas o visual do outro lado da praia é ainda melhor. Dá pra ver toda a praia, o rio, os morros, um cenário maravilhoso.

praia-do-sono

travessia-laranjeiras-ponta-negra-14

A trilha continua mais um pouco até a Praia dos Antigos, uma linda praia com uma pedra enorme bem no meio. Por causa da distância e dificuldade da trilha, a Praia dos Antigos é bem deserta e selvagem. Quem gosta de uma praia particular é só vir pra cá. Eu amei essa praia, minha preferida.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-15

Quando cheguei o sol saiu e deixou a cor da água esmeralda e brilhante. Uma coisa linda!

travessia-laranjeiras-ponta-negra-17

O melhor da pedra que fica no meio da Praia dos Antigos é que dá pra subir e ter uma bela vista lá de cima.

praia-dos-antigos-2

praia-dos-antigos-3

praia-dos-antigos-1

No final da Praia dos Antigos começa a trilha para a Praia dos Antiguinhos. A trilha é curtíssima e rapidamente se chega na praia. A Praia dos Antiguinhos é bem bonita e bem deserta também. Eu fiz essa trilha inteira sozinha e só encontrei um casal que estava fazendo o trajeto Laranjeiras – Praia do Sono, mas dali eles voltaram e eu continuei sozinha até Ponta Negra. Mas foi super tranquilo de fazer sozinha.  travessia-laranjeiras-ponta-negra-19            travessia-laranjeiras-ponta-negra-20

Depois da Praia dos Antiguinhos é só continuar na trilha que já está bem perto de Ponta Negra, mas antes vale a pena dar uma passada na Cachoeira das Galhetas para tomar um refrescante banho de água doce antes de continuar.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-32

Logo após essa cachoeira vem a Praia da Galhetas, mas essa praia é cheia de pedras e não dá pra tomar banho.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-33

Continuando a caminhada enfim cheguei na Comunidade de Ponta Negra. Logo na chegada tem esse Restaurante da Branca, onde também funciona um camping.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-35

Do Restaurante da Branca se tem uma linda vista da Praia de Ponta Negra lá embaixo.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-36

comunidade-ponta-negra-1

No canto direito da praia tem uma pedra que também dá pra subir e apreciar o visual da praia.

  travessia-laranjeiras-ponta-negra-31

Chegando em Ponta Negra fiquei na praia esperando o Lopau (um senhor que conheci na Praia dos Antigos e me ofereceu hospedagem em Ponta Negra, pois ele fazia couchsurfing). Não demorou muito ele chegou e fomos até a casa dele para o couchsurfing. Para chegar até lá tem que ter disposição, pois a casa dele fica muito lá pra cima, tem que fazer praticamente outra trilha. Mas vale a pena, chegando lá fiquei encantada com a casa, feita por ele mesmo e toda ecologicamente correta. O Lopau é todo preocupado com a preservação do meio ambiente e adota práticas sustentáveis no seu dia-a-dia.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-38 travessia-laranjeiras-ponta-negra-39

O Lopau ainda preparou um jantar pra gente, peixe frito, arroz e salada.

travessia-laranjeiras-ponta-negra-40 travessia-laranjeiras-ponta-negra-41 travessia-laranjeiras-ponta-negra-42 travessia-laranjeiras-ponta-negra-43

Assim que chegamos na casa começou a chover muito e choveu a noite inteira, o que foi ótimo pra limpar bem o céu e no dia seguinte fez um dia lindo. Foi muito bom dormir no meio da floresta ouvindo o barulho da chuva, sentindo o frescor da mata. Dormi muito bem nesse dia, melhor que no hostel em Trindade.

Mais tarde uma menina que estava no meu hostel em Trindade chegou na casa do Lopau procurando por mim (porque antes de sair de Trindade eu tinha falado com ela que faria essa trilha e dormiria em Ponta Negra). Ela chegou no meio da chuva encharcada coitada, mas ainda bem que ela me achou, foi ótimo, ficamos conversando até anoitecer. Sim, porque não tem energia elétrica em Ponta Negra, então quando a noite chega tem que ir dormir (o Lopau estava sem vela também, rsrs).

Recomendo muito o Lopau, ele tem conta no couchsurfing e se hospedar na casa dele vai deixar sua experiência ainda melhor.

 

 

4 Comentários
Escreva seu comentário
Comente via facebook
4 Comentários
  1. […] Para saber como chegar em Ponta Negra leia o post anterior Travessia Laranjeiras Ponta Negra. […]

  2. […] Travessia Laranjeiras Ponta Negra […]

  3. Fernando    07/12/2016 - 09h48

    Menina, que trip maravilhosa. Faz um tempo que venho lembrando e esquecendo de fazer uma caminhada por esse lugar. Seu relato foi incentivador.
    Porém, uma pergunta. Toda a trilha dá pra fazer sem guia é tranquilo?
    Abçs,

    • Dayana    07/12/2016 - 14h21

      Obrigada Fernando,
      Que bom que meu relato serviu de incentivo para você fazer essa trilha.
      De Laranjeiras até a Praia do Sono não precisa de guia, a trilha é bem marcada. Eu fiz sozinha esse trecho, é bem tranquilo.
      Já se você quiser conhecer a Cachoeira do Saco Bravo aconselho você a contratar um guia lá em Ponta Negra mesmo.
      Obrigada

      Dayana

Instagram
@seguindo_viagem
css.php